O GÁS NATURAL É MELHOR PARA

SUA FAMÍLIA E PARA O MEIO AMBIENTE

GÁS RESIDENCIAL
  • Em casa, o gás natural chega como a água. A gente nem sente. Não sente porque o gás natural da Sulgás é canalizado, chegando aos pontos de consumo através da rede de distribuição.
    • APLICAÇÕES

      AQUECEDORES DE ÁGUA

      Geram água quente para chuveiros, torneiras e duchas higiênicas. Além de manterem a temperatura ideal da água, exigem pouca manutenção, pois o gás natural tem emissão reduzida de resíduos.
    • APLICAÇÕES

      LAREIRAS E AQUECEDORES

      Lareiras e aquecedores a gás natural são excelentes formas de aquecer o ambiente com grande praticidade, conforto e sofisticação.
    • APLICAÇÕES

      FORNOS E FOGÕES

      Cozinhar com gás natural é muito mais prático e seguro. O fornecimento é contínuo, o que elimina as preocupações com falta de gás durante o preparo das refeições.
    • APLICAÇÕES

      PISOS RADIANTES

      No piso radiante, a superfície da residência é utilizada como elemento distribuidor do calor. O equipamento funciona a partir de um circuito de tubos embutido no piso da residência e de um sistema de regulagem térmica que permite controlar a temperatura do ambiente.
    • APLICAÇÕES

      CHURRASQUEIRAS, SAUNAS, PATEO HEATER, PISCINAS

      Churrasqueiras a gás natural tornam o preparo de um bom churrasco mais prático e sem sujeira. Na sauna, a economia é muito maior. Já no jardim, o gás natural pode aquecer o ambiente por meio do pateo heater – aquecedor portátil a gás para o ambiente externo, e pode ainda aquecer as piscinas, tornando a sua utilização possível e agradável em todos os períodos do ano.
    • BENEFÍCIOS

      PRATICIDADE E CONFORTO

      O fornecimento canalizado e contínuo do gás natural elimina a necessidade de centrais de gás, botijões e suas frequentes reposições, permitindo o reaproveitamento dessas áreas para outros fins.
    • BENEFÍCIOS

      SEGURANÇA

      Operar com gás natural é mais seguro. Por ser mais leve que o ar, sua dispersão se dá rapidamente, evitando o acúmulo do gás em caso de vazamento. Além disso, a opção pelo gás natural reduz o movimento de caminhões e também a circulação de pessoas estranhas dentro dos condomínios.
    • BENEFÍCIOS

      ECONOMIA

      Os sistemas e equipamentos que operam a gás natural reduzem os custos com energia e manutenção. O valor pago reduz de acordo com o volume consumido – quanto maior o consumo, menor o preço do m³. Além disso, com o gás natural a vida útil dos equipamentos é maior e os custos com manutenção são menores.
    • BENEFÍCIOS

      RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

      O gás natural, por sua composição, apresenta o que se chama de combustão limpa – uma queima quase perfeita, com baixíssima emissão de poluentes – sendo, com isso, um forte aliado na luta pela preservação do meio ambiente.

O GÁS NATURAL É MELHOR PARA

SUA FAMÍLIA E PARA SEU CARRO

GÁS VEICULAR
  • O gás natural que abastece veículos é o mesmo gás canalizado utilizado em residências, comércios e indústrias, porém armazenado e transportado sob alta pressão em cilindros especiais. A opção pelo GNV (Gás Natural Veicular) nos veículos é feita com a instalação de um KIT de GNV, não sendo necessário abrir mão do combustível original.
  • LICENÇAS PARA POSTOS

    Existem profissionais no mercado que podem auxiliar na implantação dos processos de abastecimento de GNV nos postos de combustíveis. Entre as fontes de informação estão a ANP (Agência Nacional de Petróleo – através do site www.anp.gov.br), a SMAM (para Porto Alegre) e a FEPAM (para o restante do Estado do Rio Grande do Sul), a prefeitura local e a Sulgás.

    Várias bandeiras, como BR Distribuidora, Ipiranga, Shell, Cosan, Charrua e American Oil investem neste segmento com a abertura de novos postos.
    • BENEFÍCIOS

      PREÇO BAIXO

      O GNV é bem mais barato que os demais combustíveis automotivos. Devido ao seu alto rendimento e custo direto mais baixo, a economia pode chegar a 50%.
    • BENEFÍCIOS

      MENOS MANUTENÇÃO

      A combustão do gás natural tem baixíssimo nível de resíduos, o que aumenta a vida útil do carro e torna menos frequente a necessidade de manutenção.
    • BENEFÍCIOS

      SEM ADULTERAÇÕES

      O GNV que abastece os veículos é 100% puro, sem o menor risco de adulteração. Isso ocorre porque sua distribuição é toda feita através de tubulação de alta pressão desde o seu ponto de extração até o seu veículo, não havendo nenhum contato externo com o combustível.
    • BENEFÍCIOS

      EMISSÕES

      A composição do GNV permite uma combustão completa, emitindo baixíssimo nível de poluentes.
    • BENEFÍCIOS

      COMBUSTÍVEL SEGURO

      O GNV é muito mais seguro do que os demais combustíveis automotivos. Durante o abastecimento, ele não entra em contato com o ar, impossibilitando a combustão. Seu ponto de ignição ocorre a 600°C, enquanto que o da gasolina e o do álcool não chega a 300°C e, em caso de vazamento, o GNV se dissipa rapidamente na atmosfera, diminuindo o risco de explosões.
    • BENEFÍCIOS

      MAIOR AUTONOMIA

      O veículo que opera com combustível tradicional e o GNV simultaneamente consegue, em média, 200 km extras de autonomia.
    • ONDE ENCONTRAR

      CIDADES EM ORDEM ALFABÉTICA

      • Cachoeirinha
      • Campo Bom
      • Canoas
      • Capão da Canoa
      • Caxias do Sul
      • Charqueadas
      • Eldorado do Sul
      • Esteio
      • Farroupilha
      • Garibaldi
      • Bento Gonçalves
      • Gravataí
    • ONDE ENCONTRAR

      CIDADES EM ORDEM ALFABÉTICA

      • Igrejinha
      • Lajeado
      • Novo Hamburgo
      • Osório
      • Pantano Grande
      • Passo Fundo
      • Pelotas
      • Porto Alegre
      • Santa Cruz do Sul
      • Santa Maria
      • São Francisco de Paula
      • São Leopoldo
    • ONDE ENCONTRAR

      CIDADES EM ORDEM ALFABÉTICA

      • Sapiranga
      • Sapucaia do Sul
      • Torres
      • Vacaria
      • Viamão

O GÁS NATURAL É MELHOR PARA

SUA FAMÍLIA E PARA SEU ESTABELECIMENTO

GÁS COMERCIAL
  • O gás natural, por ser canalizado, garante fornecimento contínuo e ganho de espaço em qualquer empreendimento. Versátil, aplica-se às mais diversas necessidades comerciais e de prestadores de serviços.
    • APLICAÇÕES

      SEGMENTOS

      Tem utilização em diversos segmentos: hotéis, motéis, hospitais, clubes, academias esportivas, escolas, universidades, shoppings, supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes e lavanderias.
    • APLICAÇÕES

      Suas principais aplicações são em cozinhas, sendo utilizado em fogões, fornos, chapas, fritadeiras e char broilers a gás, substituindo o GLP; aquecimento de água através de aquecedores de passagem, aquecedores de acumulação e caldeiras, substituindo combustíveis como o GLP, o óleo diesel e a lenha; geração e cogeração de energia com motores a gás natural e climatização de ambientes, aquecimento com lareiras a gás ou resfriamento com chilers a gás.
    • BENEFÍCIOS

      EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

      Com alto rendimento térmico, o gás natural apresenta combustão completa, não gera resíduos nem perdas de combustível.
    • BENEFÍCIOS

      SEGURANÇA

      Canalizado, o gás natural tem fornecimento contínuo, eliminando a necessidade de armazenamento em botijões e suas frequentes reposições. Por ser mais leve que o ar, sua dispersão se dá rapidamente, diminuindo o risco de acidentes. Além disso, a opção pelo gás natural reduz o movimento de caminhões e também a circulação de pessoas estranhas dentro da empresa.
    • BENEFÍCIOS

      ECONOMIA

      Os sistemas e equipamentos que operam a gás natural reduzem os custos com energia e manutenção. O valor pago reduz de acordo com o volume consumido – quanto maior o consumo, menor o preço do m³. Além disso, com o gás natural a vida útil dos equipamentos é maior e os custos com manutenção são menores.
    • HORÁRIO DE PONTA

       

      A tarifa das concessionárias de energia elétrica aumenta consideravelmente entre 17h e 22h, o chamado horário de ponta.
      A geração de energia nesse período consiste em um sistema utilizado para substituir a energia que seria consumida da concessionária durante esse período. São instalados grupos de geradores que entram em operação no horário programado. A energia elétrica gerada pelo gás natural pode chegar a 25% do custo de energia elétrica e a 50% do custo de geração se comparada com motogeradores a óleo diesel.
    • HORÁRIO DE PONTA

      ECONOMIA

      Redução significativa da conta de energia elétrica.
    • HORÁRIO DE PONTA

      CONFIABILIDADE

      Os sistemas de geração de energia em horário de ponta também podem suprir a demanda elétrica do negócio em caso de falta de energia.
    • HORÁRIO DE PONTA

      SEGURANÇA

      Como o gás natural é entregue através de tubulações, a utilização desse energético dispensa a estocagem de combustível. Em caso de vazamentos o gás natural se dispersa rapidamente na atmosfera.
    • HORÁRIO DE PONTA

      LOGÍSTICA

      As soluções a gás natural dispensam a circulação de caminhões na planta da empresa para abastecimento do tanque de combustível.
    • COGERAÇÃO

       

      Todo sistema de geração a combustão perde cerca de 60% da energia contida no combustível, gerando calor que se dispersa no meio ambiente. Trata-se de uma limitação física que independe do tipo de combustível (diesel, gás natural, carvão, dentre outros).
    • COGERAÇÃO

       

      Com a cogeração é possível atingir um maior aproveitamento energético do combustível, chegando a 90% de eficiência. Isto porque a cogeração é a geração de energia elétrica através de um sistema que reaproveita a energia térmica que seria descartada para produção de água quente, vapor, água gelada e CO2.
    • COGERAÇÃO

      BENEFÍCIOS DE COGERAÇÃO

      • Autossuficiência energética: a rede elétrica se transforma em seu backup.
      • Maior qualidade da energia elétrica.
      • Diminuição da carga elétrica interligada.
      • Redução das perdas de transmissão e distribuição de energia elétrica.
      • Possibilidade de pagamento dos sistemas de cogeração com a economia proporcionada pelo sistema.
      • Aumento da confiabilidade de suprimento de energia elétrica e térmica.
      • Garantia contra a falta de energia (apagão).
    • CLIMATIZAÇÃO

       

      Para grandes empreendimentos que utilizam muita energia no horário de ponta, a utilização de ar-condicionado a gás natural pode trazer sensíveis reduções nos custos de energia, água e manutenção.
      Ao invés do sistema de climatização utilizar somente energia elétrica para produção de água gelada, ele passa a utilizar em torno de 90% de gás natural.
    • CLIMATIZAÇÃO

      BENEFÍCIOS DOS SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

      • Inexistência de horário de ponta para o gás natural.
      • Fluido refrigerante ecológico (água, amônia ou R410).
      • Baixo custo operacional.
      • Menor custo de manutenção, se comparado com os sistemas elétricos convencionais.
      • Diminuição da demanda contratada.
      • Diminuição da carga elétrica instalada em transformadores.
      • Possibilidade de geração de água gelada ou água quente.
      • Alta confiabilidade.
      • Baixo nível de vibração e ruído.

O GÁS NATURAL É MELHOR PARA

SUA FAMÍLIA E PARA SUA EMPRESA

GÁS INDUSTRIAL
  • Na indústria, o gás natural pode substituir com eficiência qualquer combustível sólido, líquido ou gasoso. Pode ser empregado com sucesso em vários segmentos industriais, como o de petróleo, petroquímico, químico, siderúrgico, metalúrgico, têxtil, fumageiro, vidros, alimentício, bebidas e papéis, entre outros.
  • APLICAÇÕES

    O gás natural serve de matéria-prima para os setores petroquímico (produção de metanol), siderúrgico e de fertilizantes (produção de amônia e ureia). Também é ideal para processos que exigem a queima em contato direto com o produto final, como acontece na produção de cerâmica e na fabricação de vidro.
    Além disso, pode servir como redutor siderúrgico na fabricação de aço e como combustível para fornecimento de calor, geração de energia elétrica e força-motriz e em processos de cogeração, climatização e refrigeração. Entre os equipamentos que podem utilizar o gás natural, estão fornos, estufas, caldeiras, motores, secadores de grãos, ramas, empilhadeiras, entre outros.
    • BENEFÍCIOS

      EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

      Com alto rendimento térmico, o gás natural apresenta combustão completa, não gera resíduos nem perdas de combustível. Seu processo de ajuste de temperatura é de fácil obtenção, proporcionando uma melhor distribuição de calor se comparado a outros combustíveis. Além disso o gás natural tem uma composição química mais constante , o que possibilita melhor regulagem da chama.
    • BENEFÍCIOS

      SEGURANÇA

      Canalizado, o gás natural tem fornecimento contínuo, eliminando a necessidade de armazenamento de combustível. Por ser mais leve que o ar, sua dispersão se dá rapidamente, diminuindo o risco de acidentes.
    • BENEFÍCIOS

      ECONOMIA

      O gás natural aumenta a vida útil dos equipamentos que o utilizam, além de não deteriorar os refratários dos fornos e de não derreter ou entupir os maçaricos dos queimadores. Além disso, pelo fato de não ser estocado, permite o reaproveitamento de áreas, antes utilizadas para estocagem de outro combustível e nos processos de produção contínua, reduz o tempo de parada das máquinas para manutenção.
    • BENEFÍCIOS

      RESPEITO AO MEIO AMBIENTE

      O gás natural, por sua composição, possui uma combustão praticamente completa e “limpa”, não produzindo cinza e não emitindo SO2 (responsável pela chuva ácida). É o combustível fóssil que emite menor quantidade de CO2 (gás responsável pelo efeito estufa).
    • HORÁRIO DE PONTA

       

      A tarifa das concessionárias de energia elétrica aumenta consideravelmente entre 17h e 22h, o chamado horário de ponta.
      A geração de energia nesse período consiste em um sistema utilizado para substituir a energia que seria consumida da concessionária durante esse período. São instalados grupos de geradores que entram em operação no horário programado. A energia elétrica gerada pelo gás natural pode chegar a 25% do custo de energia elétrica e a 50% do custo de geração se comparada com motogeradores a óleo diesel.
    • HORÁRIO DE PONTA

      ECONOMIA

      Redução significativa da conta de energia elétrica.
    • HORÁRIO DE PONTA

      CONFIABILIDADE

      Os sistemas de geração de energia em horário de ponta também podem suprir a demanda elétrica do negócio em caso de falta de energia.
    • HORÁRIO DE PONTA

      SEGURANÇA

      Como o gás natural é entregue através de tubulações, a utilização desse energético dispensa a estocagem de combustível. Em caso de vazamentos o gás natural se dispersa rapidamente na atmosfera.
    • HORÁRIO DE PONTA

      LOGÍSTICA

      As soluções a gás natural dispensam a circulação de caminhões na planta da empresa para abastecimento do tanque de combustível.
    • COGERAÇÃO

       

      Todo sistema de geração a combustão perde cerca de 60% da energia contida no combustível, gerando calor que se dispersa no meio ambiente. Trata-se de uma limitação física que independe do tipo de combustível (diesel, gás natural, carvão, dentre outros).
    • COGERAÇÃO

       

      Com a cogeração é possível atingir um maior aproveitamento energético do combustível, chegando a 90% de eficiência. Isto porque a cogeração é a geração de energia elétrica através de um sistema que reaproveita a energia térmica que seria descartada para produção de água quente, vapor, água gelada e CO2.
    • COGERAÇÃO

      BENEFÍCIOS DE COGERAÇÃO

      • Autossuficiência energética: a rede elétrica se transforma em seu backup.
      • Maior qualidade da energia elétrica.
      • Diminuição da carga elétrica interligada.
      • Redução das perdas de transmissão e distribuição de energia elétrica.
      • Possibilidade de pagamento dos sistemas de cogeração com a economia proporcionada pelo sistema.
      • Aumento da confiabilidade de suprimento de energia elétrica e térmica.
      • Garantia contra a falta de energia (apagão).
    • CLIMATIZAÇÃO

       

      Para grandes empreendimentos que utilizam muita energia no horário de ponta, a utilização de ar-condicionado a gás natural pode trazer sensíveis reduções nos custos de energia, água e manutenção.
      Ao invés do sistema de climatização utilizar somente energia elétrica para produção de água gelada, ele passa a utilizar em torno de 90% de gás natural.
    • CLIMATIZAÇÃO

      BENEFÍCIOS DOS SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

      • Inexistência de horário de ponta para o gás natural.
      • Fluido refrigerante ecológico (água, amônia ou R410).
      • Baixo custo operacional.
      • Menor custo de manutenção, se comparado com os sistemas elétricos convencionais.
      • Diminuição da demanda contratada.
      • Diminuição da carga elétrica instalada em transformadores.
      • Possibilidade de geração de água gelada ou água quente.
      • Alta confiabilidade.
      • Baixo nível de vibração e ruído.

LINHA DO TEMPO

2013

Em maio, a Sulgás completa 20 anos de atuação com 12.000 clientes atendidos, 642 km de rede implantados e presente em 38 municípios.

2012

A Sulgás supera a marca dos 10 mil clientes, alcança 570 km de rede implantados e fornece Gás Natural a 37 municípios.

2010

A Sulgás lança seu primeiro programa de responsabilidade ambiental:
Projeto Verde-Azul.

2008

A Sulgás lança seu primeiro programa de responsabilidade social: Unidade Projeto Pescar Sulgás.

2005

Em 5 de dezembro, o primeiro cliente residencial é atendido.

2003

Os primeiros clientes comerciais iniciam o consumo do Gás Natural.

2002

É atendido o primeiro cliente através de Gás Natural Comprimido.

2001

Entram em operação os primeiros postos de GNV.

2000

Início da operação do gasoduto Bolívia-Brasil e do gasoduto argentino. Em 26 de junho entra em operação a Termelétrica da AES, em Uruguaiana. Em 1º de julho, o primeiro cliente industrial é atendido com Gás Natural.

1997

Entra em funcionamento o primeiro ramal de distribuição de gás canalizado no RS. O Gás era vendido pela Sulgás através da REFAP aos primeiros clientes industriais.

1996

Assinatura do contrato com a Petrobras para compra do gás boliviano.

1993

Criação da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul, em 10 de maio. Em 1º de junho é assinado contrato de concessão para exploração industrial, comercial, institucional e residencial dos serviços de gás canalizado no Estado.